Memphis


Notícias

Sua empresa está utilizando o ERP somente para as obrigações fiscais?


22 Jun, 2022

Image


O que são as obrigações fiscais? As obrigações fiscais é um termo usado no mundo corporativo para referência de recolhimento de tributos ao Estado.

Tanto pessoas físicas como jurídicas, estão sujeitas às obrigações prevista na legislação brasileira, seja pelo município, estado ou união.

O termo “obrigação” é específico para prestação prevista, “fiscal” e é, de referência ao fisco. Já, significa cumprir as obrigações previstas pela legislação junto aos órgãos que recolhem os tributos. As obrigações fiscais muitas vezes são um pesadelo para muitas empresas, pois a quantidade de informações que se tem de acompanhar são imensas e tomam uma boa parte do tempo. Além das mudanças constantes no formato da entrega, com novas regras e atualizações.

Controlar todos os processos das obrigações fiscais, como: escrituração fiscal, de vendas, notas fiscais entre outros, exige de qualquer empresa um ERP - Enterprise Resource Planning, para que todas estas rotinas sejam facilitadas e também que possam zerar os erros de prazos e entregas.

O cenário das obrigações são complexas por conta do cumprimento da legislação brasileira e suas atualizações anuais. Diante disso, muitos gestores se pegam utilizando seu ERP somente com o intuito de cuidar das demandas tributárias mensais, trimestrais ou anuais.

 

Esta forma de utilização do ERP, é uma subutilização muito comum nas empresas brasileiras, pois deixam de usufruir do potencial que o ERP proporciona ao seu negócio, tais como:

  • - Um sistema de gestão que permite acesso fácil, integrado e confiável aos dados de uma empresa.
  • - Ajuda a melhorar as negociações, os processos dentro da empresa e aumentar a receita, exigindo redução de custos e de tempo na execução das atividades.
  • - Além de permite planejar e gerenciar gastos, otimizar rotinas, processos internos, e dar suporte às decisões, que podem ser mais assertivas.
  • - Aumente sua eficiência operacional e produtiva, não subutilize seu ERP apenas com o uso das obrigações fiscais.
  • Tenha gestão completa e automatizada dos seus processos. Seja:
  • Financeiro
  1. Fluxo de caixa
  2. Análise gerenciais
  • Contabilidade
  1. Gestão orçamentária
  2. Consolidação de grupo de empresas, unidades e filiais
  3. Visões gerenciais (DRE, BP e fluxo de Caixa)
  • Fiscal
  1. Apuração de impostos (ISS, ICMS, ST, IPI, COFINS, CSLL)
  2. Geração de demonstrativos
  3. Geração de obrigações eletrônicas
  4. Obrigações acessórias
  5. Livros fiscais
  6. Geração ECF, ECD, SPED Fiscal, SPED, e-Social e REINF
  • Estoque e Custos
  1. Gestão de inventário
  2. Rastreabilidade
  3. Custo médio
  4. Giro de estoque
  • Faturamento
  1. Políticas e regras comerciais
  2. Análises gerenciais
  • Compras
  1. Sugestão de compra
  2. Alçadas de aprovação de compras

· Entre outras áreas…

 

Fonte: Postado por Fernando Campos, CEO da Delta Decisão em Artigos

https://portalerp.com/sua-empresa-esta-utilizando-o-erp-somente-para-as-obrigacoes-fiscais